A Alimentação Natural – AN – está convencendo cada vez mais tutores de sua eficácia em nutrir e manter o pet saudável. Mas, sempre surgem dúvidas, como: posso dar legumes para o cachorro? Como eles devem ser preparados?

Essas e tantas outras relacionadas ao preparo, se vai ou não tempero ou quanto tempo de cozimento são necessários.

Neste artigo vamos apresentar os principais legumes que o tutor pode oferecer ao seu pet sem temores e que, certamente, serão benéficos ao organismo e o bem-estar do cão.

As leguminosas

Uma das campeãs em perguntas são as leguminosas. Elas são sementes que são retiradas das próprias plantas, como grão-de-bico, lentilhas, soja ou ervilhas.

É um alimento excepcional, pois fornece proteínas juntamente com carboidratos de absorção complexos, ou seja, ricos em fibras, e os cães podem se beneficiar dessas propriedades.

Brócolis – está aberta a polêmica

Esse vegetal da família da  couve-flor e do repolho é polêmico, enquanto alguns veterinários receitam para os cães, outros o proíbem, pois causam gases e incômodos nos pets. O mesmo ocorre com a couve e ambos devem ser cozidos. Os legumes para dar para o cachorro devem ser bem limpos e cozidos.

O brócolis é fonte de Cálcio, Potássio, Zinco, Ferro, Sódio e de  vitaminas C, A, B1, B2 e B6.

Chuchu não é só casca e água

É um legume de boa digestibilidade, além de fornecer boa quantidade de fibras, vitaminas A e C e nutrientes como Ferro e Fósforo. Deve ser descascado e cozido antes de oferecer ao pet.

Inhame já é popular em todo o Brasil

Uma herança da culinária africana, o Inhame tem alta concentração de fibras e oferece vitamina C, o que ajuda o sistema imunológico. Ao preparar, deve-se retirar a casca, cozinhar até amolecer, pode-se oferecer ao cão como purê ou em rodelas, como petiscos.

Cenoura – não é só para coelhos

Uma ótima fonte de vitaminas A, C, K e de potássio, a cenoura é um legume bem aceito pelos cachorros. Deve ser oferecida sem casca, cozida e sem sal. Esse é um dos mais populares legumes para dar para o cachorro.

Quiabo é um legume para cachorro

Originário no Etiópia (África) é um vegetal rico em fibras e de baixas calorias, pouca gente sabe que pode colocar na dieta do cachorro, sem sustos. Oferece as vitaminas A, B1 e C e deve cozido. O quiabo  é utilizado para auxiliar no controle do diabetes, pois ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue.

Batata Doce

Entre as batatas, a batata doce é a mais indicada para os cães. Ela possui vitaminas A, B e C, fortalece gengivas e dentes e auxilia na manutenção de problemas respiratórios.

Abóbora

Conhecida em algumas regiões do Brasil como jerimum, é uma das preferidas dos cães. Por ser rica em fibras, a abóbora auxilia para o bom funcionamento do aparelho digestivo dos pets. Muitos tutores fazem um delicioso petisco gelado para os cães com purê de abóbora, iogurte natural e outros ingredientes, servindo como sorvete para refrescar ou usando como prêmio em adestramento.

Um dado curioso é que o chuchu, a abóbora, a vagem, o pepino, o pimentão, o quiabo e o tomate são popularmente chamados de legumes, mas, na botânica, eles são classificados como frutos.

Legumes são excelentes alimentos para os cães, mas é importante oferecer uma dieta balanceada. A dieta de um cachorro deve ser baseadas em proteínas de origem animal, correspondendo em mais de 50% do aporte calórico da refeição.

Por isso, a PetNut  só fornece dietas com prescrição veterinária. Cada pet tem suas características e necessidades específicas, de acordo com sua raça, porte, peso e estado de saúde. A prescrição vai garantir a proporção adequada dos ingredientes, para que estes garantam a saúde e longevidade que seu pet merece.

Comece hoje a oferecer a dieta adequada do seu cão clicando aqui .

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu