A má alimentação e suas graves consequências para os Pets

Nenhum comentário

Para garantir uma vida longa e com muita saúde é essencial que o tutor mantenha as vacinas em dia e ofereça os nutrientes necessários que o pet precisa, porém a má alimentação é uma das causas de doenças.
Cada fase do pet – recém-nascido – filhote – adulto e idoso, deve ser respeitada, oferecendo ao cão ou gato a alimentação balanceada e nutritiva, com a dosagem correta de proteínas, carboidratos, vitaminas e todos os ingredientes necessários para a boa e adequada alimentação, atendendo às suas características.
E, entre as características que devem ser atendidas estão raça, peso, altura, idade e, também, as doenças crônicas, como alergias. Sabe-se que muitos cães e gatos são naturalmente alérgicos às substâncias químicas. Muitas delas estão estão presentes em algumas rações; tais como: os corantes, os aditivos e principalmente os conservantes.

Leia também Nossos cães comem comida

As doenças

Além das alergias, que por si só, são patologias que maltratam os pets, ainda temos as outras doenças causadas pela má alimentação, como aqueças que  afetam o trato urinário, as hepáticas, cardiopatias e diabetes.

Parte dessa lista de doenças, também pode surgir associada com a obesidade que, com o acúmulo de gordura pode obstruir artérias e causar sérios problemas ao cão.

Cardiopatias

São as doenças do coração e uma das associadas à obesidade. Alimentos pobres em umidade podem comprometer a pressão arterial  e causar acúmulo de líquidos no organismo.

Gastrite Aguda

A gastrite é uma reação às bactérias no organismo e, muitas vezes,  são causadas por alimentos mal conservados, estragados e, também por intolerância alimentar. É uma patologia muito grave e que pode causar a morte do pet, se não tratada em tempo e de forma adequada.

Diabetes

Geralmente, o diabetes aparece após os 7 anos de vida do cão e, neste caso, a alimentação deve ser rigorosamente controlada, evitando grãos e cereais.

O tutor deve ficar atento aos sintomas como o aumento da quantidade de urina, sede excessiva,  aumento exagerado do apetite, porém com perda de peso.

A alimentação do cão com diabetes precisa combinar maior teor de fibras e proteína de qualidade, com baixos níveis de carboidrato e gordura. O acompanhamento constante do veterinário é a garantia da vida longa do pet diabético.

Trato Urinário

A obstrução da uretra é bastante comuns nos machos e cistite ocorre mais entre as fêmeas. Diferentes fatores, até genéticos, podem ser apontados como as causas; porém, cães com má alimentação, ou alimentos com muitos corantes e sustâncias químicas, apresentam maior produção de cálculos e cristais renais.

A alimentação adequada

Os tutores precisam ficam atentos, uma vez que, a má alimentação é uma das causas de doenças.

A Petnut tem o compromisso de fornecer alimentação saudável, produzindo para dietas e patologias específicas, como hipertensão, diabetes, câncer, problemas renais ou dermatológicos, sempre com prescrição do veterinário nutrólogo

Post anterior
O Cálcio na Alimentação Natural para Adultos e Filhotes
Próximo post
Alergias e a Alimentação natural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu